segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Machu Picchu, conheça uma das 7 Maravilhas do Mundo

Machu Picchu... sim... o sítio arqueológico mais famoso da América do Sul impressiona todos que ali aportam.



Montanha Velha, que é o significado de Machu Picchu em quíchua, foi construída pelos Incas no século XV. 

Em 1911, o pesquisador norte-americano se depara com uma impressionante cena, em meio às montanhas peruanas serpenteadas pelo Rio Urubamba uma cidade Inca se revela diante de seus olhos: Machu Picchu, a "Cidade Perdida dos Incas"

O imponente Império Inca que, originário das montanhas peruanas, expandiu seu controle a quase toda a região dos Andes, tornando-se o maior império da América pré-colombiana, soube sem dúvida deixar sua marca.

A 2400 metros de altitude, Machu Picchu está situada no alto de uma montanha. As ruínas incas encontram-se em meio as Montanhas Machu Picchu e Huayna Picchu, circundadas pelo Rio Urubamba, fatores que lhe proporcionam uma atmosfera única de segurança e beleza. 




A área edificada inclui ao menos 172 recintos. O complexo está claramente dividido em duas grandes zonas por um muro, um fosso e uma escadaria: ao sul a zona agrícola, formada por conjuntos de terraços de cultivo; já a outra parte, é a zona urbana, local onde viveram seus ocupantes e onde se desenvolviam as principais atividades civis e religiosas. 



Diversas são as teorias sobre o propósito da construção e função de Machu Picchu, um assentamento construído com o objetivo de supervisionar a economia, o propósito secreto de refugiar o soberano Inca em caso de ataque, local de férias do soberano Inca enfim... ainda que não se saiba exatamente o motivo da construção dessa proeza do século XV todos que ali chegam sentem-se maravilhados, talvez um pouquinho descobridores também.

Seja de trem ou trilha, chegar a Machu Picchu é indescritível.









sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Excursão Machu Picchu Maio de 2018

Cansou de esperar a agenda dos amigos coincidir com a sua? Não se anima em ir só? Junte-se a um divertido grupo e vamos para o Peru! 






Roteiro de 6 ou 7 dias


Reserve sua vaga nessa viagem incrível! Dia 21 de maio de 2018.


Machu Picchu + Cusco + Vale Sagrado dos Incas + (opcional) Rota do Sol e Lago Titicaca.
Acesse o link e saiba mais: www.machupicchuparabrasileiros.com.br/em-grupo


Mas atenção as vagas são limitadas
 

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Relato da Danielle: viagem ao Peru e Agência Mundi Expedition - Machu Picchu Para Brasileiros

O que acontece quando uma escritora/publicitária viaja ao Peru? 

Ótimas experiências, lindas fotos e boas histórias pra contar!

Veja a seguir o interessante relato de uma de nossas clientes, Danielle Meniche, ela visitou o Peru em agosto de 2017, pacote de 8 dias: Cusco, Vale Sagrado e Machu Picchu.





"Fiquei surpresa com as belezas naturais e com a singeleza do povo peruano. Um povo que resistiu culturalmente à invasão espanhola e até hoje mantém suas tradições. 



Aprendi muitas coisas sobre tecidos, culinária, prata, mas... 
...a maior riqueza desta empreitada foi a transformação pessoal 
durante uma viagem maravilhosa.




Pontos altos da viagem: o primeiro foi na Vale Sagrado dos Incas, especificamente em Pisac, onde fiquei contemplando aquelas montanhas grandiosas. O segundo foi 
quando avistei Machu Picchu pela primeira vez, aquela imagem clássica que todo mundo conhece, sabe? Eu chorei.




Do começo ao fim dos serviços foram prestados com excelência. Obrigada."


Valeu pelo relato Danielle! Curtimos muito acompanhar suas postagens durante a viagem pelo Facebook, e agora agradecemos por você compartilhar seus momentos inesquecíveis na terra dos Incas com a gente! Foi um prazer te atender. 
Toda a equipe da Mundi Expedition manda um abraço!

Danielle Meniche viajou em 2017. Escolheu o pacote de passeios. Saiba mais sobre esse pacote em: https://www.machupicchuparabrasileiros.com.br/peru-passeios-cusco-vale-sagrado-machu-picchu-e-moray-salineiras-6-dias


Confira mais algumas fotos da Danielle:











Conheça pacotes completos em nosso site! Viva também essa aventura!
https://www.machupicchuparabrasileiros.com.br/

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Relato viagem ao Peru e Agência Mundi Expedition - Peru Para Brasileiros

Veja a seguir o emocionante relato de uma de nossas clientes, Marina Scariot, ela visitou o Peru em julho de 2017, pacote de 7 dias: Cusco, Machu Picchu e Titicaca. 



"Viajar para o Peru era um velho sonho, mas só agora consegui realizar. Vinha pesquisando a algum tempo roteiros e agências, porém em função de custos ia fazer um roteiro por conta. Quando desisti de encontrar uma Agência, apareceu do nada a Agência Mundi Expedition, simplesmente estava pesquisando passeios ao Peru e ela apareceu na minha tela e atendia o que eu desejava em termos de roteiro e de custos, troquei um e-mail com a Fernanda e logo nos entendemos e fechamos, eu apenas senti que era para ser isso mesmo.

Viajar para o Peru não é uma viagem para qualquer um, não é uma viagem de descanso, é uma viagem de lazer, no sentido de se permitir, ou seja, absorver conhecimento, cultura, expandir a consciência, buscar energias e forças. Peru é para quem gosta de história, geografia, literatura, Peru é para quem acredita em espiritualidade, astrologia, força xamãnica. Peru é para quem está aberto e quer se permitir a conhecer, expandir a mente.

Cusco é uma cidade maravilhosa, contém muitas história em suas construções, suas igrejas contemplam rica arquitetura Barroca. No meu tempo livre visitei todo o centro histórico e fui ao mercado São Pedro, eu indico a todos que vão lá, esse local é ótimo para comprar, pois várias coisas que eu deixei de comprar nele, depois não encontrei mais com o preço tão favorável.
De Cusco fui para o Vale Sagrado, Pisac e Ollantaytambo. Esses três locais merecem um tempo, aquele tempo de largar as câmeras e registrar só com a mente. No final desse roteiro peguei o trem para Águas Calientes. O caminho que o trem faz é encantador e se prestar a atenção nas montanhas, pode se visualizar esculturas nas pedras.
O Hostel que fiquei em Águas Calientes era familiar e acolhedor. Acordei as quatro horas da manhã para pegar o ônibus para Machu Picchu, fiquei sensibilizada, pois  me deram uma sacola com água, frutas e sanduíche. 

Não consigo descrever Machu Picchu até agora, nenhuma foto é capaz de captar o que é aquele lugar, simplesmente é preciso estar lá.


No final da viagem deixei para ir a Puno, confesso que não me agradei de Juliaca e Puno, em quanto cidades, porém, navegar no lago Titicaca é uma experiência magnífica, ninguém deveria sair do Peru sem fazer isso. Para esse passeio minha dica é, leve protetor, uma jaqueta corta vento  leve,  boné e não fique dormindo dentro do barco por favor. Sente lá atrás e aproveite toda a energia daquele lugar, energia do sol, do azul daquela água, das paisagens. Coloque tua vida a limpo e trace teus sonhos. 
Acho que meu roteiro foi excelente, acabar no Titicaca foi ótimo. 



Fico emocionada até agora em pensar em tudo o que lá vivi, as pessoas que conheci. 

Todos os passeios foram guiados, em nenhum momento fiquei com dúvida ou desamparada, com a Agência Mundi Expedition qualquer um pode viajar sozinho, pois pode ter a certeza que terá ótimos transportes, guias e locais para se hospedar. Mesmo que haja algum problema, como atraso em transporte, como o que enfrentei em função de greves no país, os guias estão lá, esperando, sempre há uma comunicação entre eles e o turista está sempre amparado."

Agradecemos o relato Marina! Ficamos felizes em fazer parte desse seu momento! Sua descrição sobre o Peru foi perfeita!

Marina Scariot. Viajou no pacote de 7 dias: Cusco, Machu Picchu e Titicaca
Visualize o pacote em: 


Quer conhecer nossos pacotes e viver sua própria aventura?
Acesse nosso site:
www.machupicchuparabrasileiros.com.br/


 Leia mais relatos de clientes clicando aqui :)


Veja mais fotos da viagem da Marina!









sexta-feira, 9 de junho de 2017

Novas regras para visitação de Machu Picchu, as mudanças passam a valer a partir de 1º de julho de 2017.

Visando um turismo sustentável e a conservação da Cidadela de Machu Picchu, o Ministério da Cultura do Peru instituiu novas regras para visitação a Machu Picchu, valendo a partir de 1º de julho de 2017.

O que muda afinal? 

  • A mudança mais significativa é referente à duração da visitação. À partir de 1º de julho não será mais possível comprar bilhete de entrada válido para o dia todo. O visitante precisará optar pelo turno que visitará Machu Picchu: 1º TURNO: 06h00 às 12h00 ou 2º TURNO das 12h00 às 17h30.


  • Não há mais a opção de reingresso. Antes das mudanças era possível sair de Machu Picchu, lanchar, ir ao banheiro... depois regressar e entrar novamente na cidadela. Isso não será mais possível, ao sair não será permitido reingresso mesmo que dentro de seu horário de visitação. Esperamos que utilizem de bom senso claro, por exemplo, uma família que necessite levar uma criança ao banheiro, etc. O artigo 16 diz que 'o visitante deve cumprir sua visita e percurso dentro de qualquer um dos turnos estabelecidos. Não será permitido o reingresso à llaqta de Machu Picchu, salvo por razões de força maior ou caso fortuito'.


  • Documento e guia. A visita à cidadela inca passa a ocorrer apenas mediante o acompanhamento de um guia de turismo credenciado, esse poderá atender grupos de até 16 pessoas. Esse guiado dura cerca de 2 a 3h. É necessário apresentar junto ao ticket de entrada o documento oficial de identidade. Os documentos válidos para o Ingresso a Machu Picchu são: carteira de identidade original, em bom estado (foto nítida) e com menos de 10 anos de emissão, ou passaporte com validade mínima de 6 meses, enfim, basicamente o documento que você utilizou para acessar o país.  O artigo 17.1 estabelece que "para entrar na llaqta (povoado) de Machu Picchu, os visitantes deverão portar seu bilhete de ingresso, seu documento oficial de identidade e estar acompanhados de um guia de turismo'.
Uma forma de ficar "um pouquinho mais" é adquirindo a entrada com acesso a Machu Picchu Montanha ou Huayna Picchu, essa parte não exige a presença do guia e você poderá curtir um pouco mais, a entrada a esses atrativos tem horário fixo, ocorre só pela manhã e tem horário para sair: até 12:00h


Essas medidas foram adotadas para o cumprimento do Regulamento de Uso Sustentável e Visita Turística para a Conservação da Llaqta ou Ciudade Inka de Machu Picchu, aprovado mediante Resolução Ministerial N° 070-2017 do Ministério da Cultura. Machu Picchu tem limite de visitas de 2500 pessoas/dia, sendo que a maioria (70%) visitava o sítio no período da manhã, as mudanças visam “dividir” o fluxo e descongestionamento dos espaços e garantir o turismo sustentável da cidadela.

Muitas dúvidas ainda existem sobre essa mudança, acreditamos que só com o tempo poderemos sanar todas elas. Atualizaremos essa postagem sempre que tivermos novidades.

Proibido durante a visitação:

  • Subir ou apoiar nos muros e estruturas, mover ou tirar elementos do parque ou realizar qualquer tipo de grafite entre outros.
  • Visitantes e guias portando mochilas e bolsas com mais de 40x35x20cm, caso exceda esta medida a bagagem deverá ser depositada no guarda volumes localizado junto a entrada da cidadela inca.
  • Entrar com aerossóis, tamancos e sapatos com solas duras, objetos perfuro cortantes, armas, bandeiras, pôsteres e faixas, entre outros.
  • Receber explicações de guias e utilizar pau de selfie em vielas. Isso só será permitido em pontos específicos, que ofereçam área desimpedida e não sejam ponto de passagem.




segunda-feira, 15 de maio de 2017

Conheça mais sobre a Agência Mundi Expedition!



A Agência foi criada por dois sócios apaixonados por viagens, ambos foram adquirindo ao longo dos anos grande experiência em suas viagens internacionais. Os pedidos de amigos e conhecidos e até mesmo de pessoas que surgiam pela internet eram tantos, solicitando dicas, planejamento de roteiros que o lazer acabou virando profissão. 
 
Com o objetivo de proporcionar viagens inesquecíveis a Agência Mundi Expedition vem ganhando cada vez mais espaço no mercado.

"Trabalhar com destinos que conhecemos profundamente foi um diferencial que colaborou no destaque da empresa" 
afirma Marcos Oliveira, sócio-gerente da Agência.

A Mundi Expedition disponibiliza em seu site diversas sugestões de roteiros que ajudam o viajante a decidir o que gostaria de conhecer e todo o potencial que cada lugar tem a oferecer,  trabalham também com a personalização de roteiros, visando atender as necessidades e expectativas de cada cliente.

Especializada em viagens ao Peru - Machu Picchu a proposta da agência é oferecer viagens a preços justos, a Agência atende também outros destinos da América do Sul, Europa e Ásia.

Outro diferencial da Mundi Expedition são as diversas categorias disponibilizadas para que o cliente possa escolher entre as diferentes opções a que melhor se enquadra em seu perfil além da diversidade de preços.
Conheça as categorias dos nossos pacotes e escolha a sua: CATEGORIAS DE VIAGEM MUNDI EXPEDITION

A experiência, a habilidade em criar roteiros, os valiosos contatos e a paixão movem a Mundi Expedion com toda certeza!

 

quarta-feira, 12 de abril de 2017

Categorias dos pacotes da Agência Mundi Expedition.


A Agência Mundi Expedition é especializada em Machu Picchu para brasileiros e também em roteiros de aventura. Organizamos nossos pacotes buscando os melhores atrativos turísticos aliados aos mais diversificados tipos de hospedagem de modo que possamos atender os mais variados perfis de viajante, prestando sempre um bom serviço.

Conheça nossas categorias e as particularidades de cada uma delas:


Mochilão - Turística - Superior - Luxo
Qual escolher?


A diferença em cada categoria está na hospedagem. Os passeios são iguais em todas as categorias, exceto quando solicitado passeios privativos. 


Saiba mais:

CATEGORIA MOCHILÃO:

Você já ouviu o termo "mochilão"? Sinônimo de aventura o  "mochilão" é visto por muitos como literalmente colocar uma mochila nas costas e sair mundo afora, conhecendo outras culturas, vivendo novas experiências, aventuras, hospedando-se em locais mais simples. É com essa filosofia que elaboramos a nossa categoria Mochilão. Priorizamos os melhores atrativos turísticos e buscamos hospedagens mais básicas e econômicas: pousadas e hostels. São 2 tipos de mochilão: Mochilão Plus e Mochilão.

- Mochilão plus: opção de quarto privativo (individual, duplo, triplo ou quadruplo) com banheiro privativo e café da manhã.  Ideal pra quem gosta de economizar e quer privacidade.

- Mochilão: quarto compartilhado com café da manhã. Muito bacana para quem gosta de fazer amizades e também quer economizar.







Se o seu estilo de viagem é priorizar os lugares e atrativos turísticos que vai conhecer pernoitando em hospedagens mais básicas o Mochilão é sua categoria!


CATEGORIA TURÍSTICA

A categoria turística pode ser considerada basicamente nosso melhor custo benefício. Corresponde à hospedagens em Hotéis 2 estrelas superior e 3 estrelas, eles apresentam bons serviços, café da manhã. 





CATEGORIA TURÍSTICA PLUS

Corresponde à hospedagens em Hotéis 3 estrelas, apresentam bons serviços, café da manhã. Um excelente custo benefício.



Se você ama viajar e gosta de hospedagens com bons serviços a Categoria Turística Plus é sua categoria!  


CATEGORIA SUPERIOR:

A categoria Superior está relacionada à hospedagens em Hotéis 3 estrelas superior e/ou 4 estrelas, eles dispõem de serviços de qualidade, café da manhã. 


Se você gosta de se hospedar em Hotéis que apresentam serviços muito bons escolha a Categoria Superior! 


CATEGORIAS SUPERIOR PLUS E LUXO


SUPERIOR PLUS: condiz com hospedagem em Hotéis de 4 estrelas e/ou 5 estrelas, dispõem de serviços excelentes, café da manhã. 

Se você não abre mão de muito conforto e serviços de grande qualidade sua categoria é a Superior.


LUXO: cotada mediante solicitação, são os Hotéis mais exclusivos e incríveis com serviços 5 estrelas super luxo, repletos de elegância, requinte e charme.




Se você não abre mão de conforto e requinte absolutos sua categoria com toda certeza é Luxo.





Imagens meramente ilustrativas

quinta-feira, 16 de março de 2017

Arrumando as malas rumo ao Peru - o que levar?

Dúvidas bem comuns quando vamos viajar:

O que devo levar?
       Nessa época é comum chover? 
Faz frio ou calor?     
Que tipo de calçado devo usar?


Se o seu destino é o Peru vamos te ajudar a organizar todo o necessário para que não falte nada na sua bagagem!

Nossas sugestões:
 Em primeiro lugar salientamos que é essencial levar, além de sua mala, uma mochila pequena, ela lhe acompanhará nos seus passeios e será uma grande aliada (água, snacks, protetor solar, documentos, agasalho...) 

É importante considerar ainda que o Peru é um país que sofre com o fenômeno do El Niño, mudanças podem ocorrer, períodos típicos de chuva podem não apresentar precipitação e vice-versa. O ideal é sempre estar preparado.

Conforme os lugares que for conhecer no Peru as prioridades também mudam, preparamos então nossas dicas conforme os lugares/regiões:

Em: Cusco - Machu Picchu / Puno - Titicaca / Arequipa.

Roupas e calçados: roupas e calçados confortáveis são fundamentais. Na região de Cusco e Machu Picchu o ideal é agasalhar-se, mas sempre utilizar roupas leves por baixo pois, durante o dia, mesmo no inverno pode esquentar. À noite o frio chega e você utilizará agasalhos mais quentes, pode até utilizar gorro, luvas... Principalmente em Puno – Titicaca o frio vem com tudo à noite. 
Lembre que nos passeios você fará caminhadas e por isso tênis ou bota para caminhada são importantes. Um chapéu ou boné também são boa pedida!

·        
      Estação chuvosa: outubro a meados de abril. Interessante levar capa de chuva e calçado extra
·         Estação seca: maio a setembro *pouca umidade no ar. Dias ensolarados, noites frias.
·         As temperaturas variam pouco ao longo do ano, mas são bastante acentuadas entre dia e noite. Temperatura máxima costuma variar entre 18ºC e 20ºC, a mínima varia entre 6ºC (novembro a março) e 0ºC (junho e julho)

·      Outros itens (se desejar podem ser adquiridos no Peru):
·     Hidratante: a estação seca deixa a umidade do ar realmente escassa, leve hidratante. Levando do Brasil leve em embalagens de até 100ml (para embarcar no avião). 
·         Protetor solar e protetor labial são importantes.
    Repelente, como em qualquer outro lugar, nas regiões com bastante vegetação ocorre presença de insetos. 

Capital: Lima

A capital peruana está situada junto ao mar, e o frio intenso de outras regiões não ocorre aqui. Basicamente não chove, mas a umidade do ar é elevada. São recomendáveis roupas mais leves e agasalhos mais leves também. A noite normalmente é acompanhada de um friozinho.
O verão (dez - abr) é ensolarado, quente e úmido. Recomendamos que leve diversas mudas de roupa para trocar, a tendência é transpirar mais. As temperaturas variam de 21º e 28ºC.
O inverno (jun - set), normalmente nublado, podem ocorrer garoas. As temperaturas variam de 12º e 19ºC.




Conheça nossos pacotes no site: www.mundiexpedition.com.br



Temos pacotes completos, com ou sem hotel. 
Também personalizamos roteiros!






quarta-feira, 15 de março de 2017

Viagem internacional e vacina contra Febre Amarela


Já pensou chegar ao seu destino e ter sua entrada ao país barrada por falta de vacinação??? 
Claro que ninguém quer passar por isso. 

Foi registrado no Brasil aumento dos casos de pessoas com febre amarela. Devido a esse fato precisamos ficar alertas ao embarcar para outros países, pois a qualquer momento, países que não exigiam de brasileiros a vacina contra febre amarela podem passar a exigi-la. Consulte a lista dos países que exigem a vacina em: http://who.int/ith/ITH_country_list.pdf  Convém ficar atento à possíveis mudanças repentinas.

Estamos orientando as pessoas que efetuarão viagem internacional que procurem receber dose da vacina em tempo hábil. No passado a vacina era válida por 10 anos, a partir de 11 de julho de 2016 passou a ter validade para toda a vida (inclusive as vacinas aplicadas antes da nova regra). 

Procedimentos para adquirir o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia:
É possível receber a vacina contra febre amarela em postos de vacinação municipais ou estaduais, é necessário levar carteira de identidade. Efetuada a vacinação você receberá o Certificado de Vacinação Nacional que, posteriormente deve ser trocado pelo Internacional (Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia CIVP) na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Importante, não basta apenas receber a vacina, é necessário obter o Certificado Internacional, só ele será aceito para os países que o exigem.
Na Anvisa é necessário apresentar seu Certificado de Vacinação Nacional juntamente com documento de identidade. O número de seu documento será inserido no Certificado Internacional. Não recomendamos a inserção de número de passaporte considerando que ao renová-lo o número muda e você necessitará refazer o Certificado Internacional de Vacinação. Ao viajar portando passaporte e CIVP será necessário levar também sua identidade.

Atenção: países que exigem a CIPV com a vacina contra febre amarela observam se a dose da vacina foi aplicada ao menos a 10 dias. Caso contrário o país pode negar sua entrada!

Pessoas em tratamento com corticoides, quimioterapia ou radioterapia, pessoas alérgicas a componentes da vacina, portadores do vírus HIV, mulheres grávidas e bebês com idade inferior a 6 meses têm direito ao Certificado de Isenção da Vacina. Nesse caso orientamos que busque maiores informações junto à Anvisa.

Quer viajar ao Peru? Nós levamos você!
Conheça nossos pacotes!
Os melhores preços e ótimo atendimento!