sexta-feira, 9 de junho de 2017

Novas regras para visitação de Machu Picchu, as mudanças passam a valer a partir de 1º de julho de 2017.

Visando um turismo sustentável e a conservação da Cidadela de Machu Picchu, o Ministério da Cultura do Peru instituiu novas regras para visitação a Machu Picchu, valendo a partir de 1º de julho de 2017.

O que muda afinal? 

  • A mudança mais significativa é referente à duração da visitação. À partir de 1º de julho não será mais possível comprar bilhete de entrada válido para o dia todo. O visitante precisará optar pelo turno que visitará Machu Picchu: 1º TURNO: 06h00 às 12h00 ou 2º TURNO das 12h00 às 17h30.


  • Não há mais a opção de reingresso. Antes das mudanças era possível sair de Machu Picchu, lanchar, ir ao banheiro... depois regressar e entrar novamente na cidadela. Isso não será mais possível, ao sair não será permitido reingresso mesmo que dentro de seu horário de visitação. Esperamos que utilizem de bom senso claro, por exemplo, uma família que necessite levar uma criança ao banheiro, etc. O artigo 16 diz que 'o visitante deve cumprir sua visita e percurso dentro de qualquer um dos turnos estabelecidos. Não será permitido o reingresso à llaqta de Machu Picchu, salvo por razões de força maior ou caso fortuito'.


  • Documento e guia. A visita à cidadela inca passa a ocorrer apenas mediante o acompanhamento de um guia de turismo credenciado, esse poderá atender grupos de até 16 pessoas. Esse guiado dura cerca de 2 a 3h. É necessário apresentar junto ao ticket de entrada o documento oficial de identidade. Os documentos válidos para o Ingresso a Machu Picchu são: carteira de identidade original, em bom estado (foto nítida) e com menos de 10 anos de emissão, ou passaporte com validade mínima de 6 meses, enfim, basicamente o documento que você utilizou para acessar o país.  O artigo 17.1 estabelece que "para entrar na llaqta (povoado) de Machu Picchu, os visitantes deverão portar seu bilhete de ingresso, seu documento oficial de identidade e estar acompanhados de um guia de turismo'.
Uma forma de ficar "um pouquinho mais" é adquirindo a entrada com acesso a Machu Picchu Montanha ou Huayna Picchu, essa parte não exige a presença do guia e você poderá curtir um pouco mais, a entrada a esses atrativos tem horário fixo, ocorre só pela manhã e tem horário para sair: até 12:00h


Essas medidas foram adotadas para o cumprimento do Regulamento de Uso Sustentável e Visita Turística para a Conservação da Llaqta ou Ciudade Inka de Machu Picchu, aprovado mediante Resolução Ministerial N° 070-2017 do Ministério da Cultura. Machu Picchu tem limite de visitas de 2500 pessoas/dia, sendo que a maioria (70%) visitava o sítio no período da manhã, as mudanças visam “dividir” o fluxo e descongestionamento dos espaços e garantir o turismo sustentável da cidadela.

Muitas dúvidas ainda existem sobre essa mudança, acreditamos que só com o tempo poderemos sanar todas elas. Atualizaremos essa postagem sempre que tivermos novidades.

Proibido durante a visitação:

  • Subir ou apoiar nos muros e estruturas, mover ou tirar elementos do parque ou realizar qualquer tipo de grafite entre outros.
  • Visitantes e guias portando mochilas e bolsas com mais de 40x35x20cm, caso exceda esta medida a bagagem deverá ser depositada no guarda volumes localizado junto a entrada da cidadela inca.
  • Entrar com aerossóis, tamancos e sapatos com solas duras, objetos perfuro cortantes, armas, bandeiras, pôsteres e faixas, entre outros.
  • Receber explicações de guias e utilizar pau de selfie em vielas. Isso só será permitido em pontos específicos, que ofereçam área desimpedida e não sejam ponto de passagem.




Nenhum comentário:

Postar um comentário